domingo, 18 de dezembro de 2016

Rentabilizar os ovos.

Há ingredientes que não podem faltar numa casa, pelo menos para mim. Eu, quando vou as compras, quase sempre compro: manteiga, leite, batata, ovos. Sim, uma casa sem pão, todos ralham e ninguém tem razão, diz o ditado. Eu também acho que o pão dá muito jeito para tudo, porém uma casa sem ovos, para mim, é quase como não estar na minha casa. Eu, adoro ovos e parece que a maioria das receitas, têm que levar ovo. Se é um bolo, lá vai ao menos, com sorte, um ovo. Se vou fazer gelado, utilizo a clara, e parece magia, fica fofo como os gelados comprados. Se não tenho muita carne, pico tudo e acrescento ovos e queijo, e voilá, há comida de jeito, acompanhada com um arroz branco feitinho na hora e pronto. Batatas fritas, salsichas e um ovo frito já faz a alegria das crianças. Peixe, batatas, cenouras cozidas, acompanhados com um ovo cozido e temperado com maionese e azeite, já está uma refeição saborosa. E em tantas outras receitas que o ovo é presente e é soberano, sem ele, não há liga, não há cor, não há sabor. Eu sei que já há dicas para dar volta ao uso do ovo, colocar sementes de linhaça de molho, parece que também dá a liga parecida com a do ovo, porque afinal há quem não goste de ovo, há quem deteste, nem possa ouvir falar ou sentir o seu aroma. Mas eu não sou de certeza, eu adoro ovo. Se tivesse que estar numa ilha e se pudesse levar um só ingrediente para lá: era ovo. Ou galinhas, para porém ovos, enfim, ovo, gema e clara. E eu já experimentei ovos de pata, ovos de galinha, ovos de cordorniz ou codorna e ovos de perua, que são deliciosos e enormes. Uma açorda ou migas, tem que ter ovos. Ovos quentes, deliciosos. Já viram a minha neura, eu adoro ovo. Espero que também que você que está lendo esse meu post, também goste de ovo e se não gostar, tudo bem, cada qual tem direito a sua opinião, eu só acho que um ovo acaba por finalizar, complementar uma refeição. Eu, quando estou doentinha, constipada, lá faço uma gemada com açúcar e canela e pronto, parece que fico melhor. É uma paixão. Eu não abuso, lógico, mas gosto e pronto.
E o que eu acho engraçado é que é um ingrediente, que pode ou não aparecer, mesmo estando presente. 
Ovo, ainda é um ingrediente barato, se relacionado com a carne, o peixe... há diversas espécies e principalmente, a sua qualidade depende da maneira em que as aves são criadas e alimentadas. Lógico que o melhor, sem dúvida é quando as galinhas são criadas a solta e alimentam-se naturalmente. Foi assim que eu cresci e vi as galinhas crescerem e botarem ovos saborosíssimos, mas hoje em dia, há muitas maneiras mais baratas e rápidas de produzirem alimentos, muitas vezes sem muita qualidade.
Mas volto a dizer: um ovo no pão já me faz feliz.
Experimentem. 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...