domingo, 4 de dezembro de 2016

Sim, eu fiz amniocentese.

Para quem vai passar por isso ou está a pensar se sim ou se não, eu vou dizer qual a minha experiência. Eu fiz duas amniocenteses. A primeira fui cheia de medo, pois uma amiga contou-me todas as pessoas que conhecia que correu mal. Eu dizia a mim mesmo que não ia ficar influenciada com essas histórias, sempre com cariz negativo. Mas com a aproximação da data, fui ficando cheia de medo, porque antes disso já tinha tido dois abortos espontâneos e eu queria muito esse filho que já sentia dentro de mim. Entre a dúvida de fazer ou não fazer, ainda foram uns bons dias, mas já estava marcado o exame e no dia, enchi-me de coragem, da cabeça aos pés, conversei com o meu bebé, para ele ser forte e ajudar-me a passar isso com ele. Sim, porque era mesmo assim que eu me sentia, mais forte, por ter mesmo o rei na barriga, no mais singelo sentimento. E foi mesmo assim, que fomos os dois ao Hospital São Francisco Xavier, com o meu querido médico Doutor Fernando Cirurgião, que além de acompanhar a minha gestação, fez a amniocentese
e também fez o parto. Correu super bem, o Doutor foi sempre conversando comigo, explicou-me como era o exame e lá picou a minha barriga, que não doeu nada e tirou de lá o tal líquido. Eu assisti através da ecografia, o bebé a afastar-se e pronto, lá estava pronto a coleta. O exame não custa nada, porém depois é necessário haver repouso total e foi o que eu fiz, naquele dia, só me levantava para fazer xixi e mais nada mesmo. Nos outros dias, também fiz repouso, mas já parcial e não levantava pesos, enfim. Na segunda amniocentese, passado três anos, foi a mesma coisa. Fui mais confiante porque já sabia como era. Conversei de novo, com aquele ser tão pequenino que estava dentro de mim e que já se suspeitava que seria outro rapaz e lá fomos os dois, a fazer o tal exame. O meu segundo filho, até na barriga, mostrou-se mais curioso, quando a agulha entrou, aquele malandreco veio perto da agulha e o médico teve que tirar e fazer o procedimento novamente, ou seja, ainda fui picada duas vezes. Mas doer, não doeu. É mais a preocupação que temos, por poder causar um aborto. Mas Deus é sempre maior que tudo e correu bem. Por isso mamãs que precisem passar por isso, vão, firmes e fortes, corajosas, vale a pena, se a alma não é pequena. Vão buscar coragem, seja aonde for, mas creiam que a medicina existe e temos que nos tratar e fazer exames, mas vai correr bem. Pensamento positivo sempre! Conversem com os vossos bebés, abram o jogo, digam-lhes de coração sincero, o quanto amam aquele ser tão pequenino que está a crescer dentro de cada uma e peçam que ele vá com vocês e ajudem. Vai correr bem, vão ver. Se quiserem contar depois como foi, adoraria saber.... Beijinhos e boa sorte mamãs.... sempre!

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...