como tratar irritação da pele

Quando se faz a depilação, por vezes aparecem manchas. O aparecimento dessas manchas depende do tipo de método usado para realizar a depilação.


Se ocorrer irritação, a produção de melanina aumenta e provoca o escurecimento da região depilada. Logo, peles mais morenas estão mais propensas a ter manchas, já que contêm mais melanina.


Todos os métodos de depilação agridem a pele, porém o nível da agressão varia bastante com o método utilizado. O uso da lâmina, no sentido do crescimento do pelo, é um dos menos traumáticos, apesar de o resultado durar pouco tempo. A cera quente é o mais agressivo, pois traumatiza a pele com o calor e com a puxada. Já a depilação definitiva é bem segura, não causando traumas nem manchas.


Para prevenir as manchas, o ideal é conversar com o dermatologista para manipular cremes depilatórios, para que sejam feitos com ingredientes anti-inflamatórios, tais como o peróxido de benzoíla. Isso não impede por completo que as manchas apareçam, mas diminui bastante essa hipótese.


Como tratar as manchas por depilação?


O tratamento é feito com cremes clareadores, normalmente à base de ácido kójico e hidroquinona, com concentrações que variam dependendo do tipo da pele e da mancha. Nas manchas mais antigas, uma possibilidade de tratamento é o peeling químico, associado com aplicações de laser e luz pulsada. O método escolhido e o número de sessões variam, dependendo do local, da pele e do escurecimento.


Como evitar o escurecimento das axilas?


Considerado um dos grandes vilões da beleza feminina, o escurecimento das axilas, possui diversas causas: alterações hormonais, atrito, suor excessivo, obesidade, irritações por desodorantes, tecidos sintéticos e algumas formas de depilação. Além disso, mulheres de pele morena têm mais predisposição à alteração da pigmentação da pele.


Algumas dessas causas só podem ser evitadas através de tratamentos médicos. Já para outras, bastam algumas mudanças de hábitos: evitar métodos depilatórios agressivos, o uso de tecidos sintéticos e desodorantes com álcool.


Caso você já tenha notado o aparecimento da pigmentação, o melhor é ir ao dermatologista logo no início. Isso porque, dependendo do quadro clínico, apenas o uso de hidratantes ou a troca do desodorante pode solucionar o problema. Entretanto, nos mais graves, é necessária a utilização de cremes despigmentantes feitos à base de ácido, produzidos por manipulação e receitados somente por médicos.



Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...