Pão, tem sempre uma segunda utilidade. Quando não, uma terceira.

Eu, nunca jogo pão fora. Tem sempre outra utilidade e costumo dizer que ainda ficam melhores. Ou torradinho com manteiga, ou vira farinha para panar ou sendo moído com alho ou salsa ou ainda o coentro, fica congelado e uso no meu bacalhau ao forno, por cima, para gratinar. Faz um sucesso!!! 
Se o meu lado mais guloso, falar mais alto, aí então perco a compostura e fatias douradas ou rabanadas, passo por leite e ovos batidos e faço-os na fritadeira. Não ficam tão bonitas como quando as frito em óleo, mas ou comem os olhos, ou a saúde fala mais alto. Quando faço as fatias douradas para levar para alguém, aí tem que ser fritinhas, porque fica com uma apresentação mais bonita e panadinhas por açúcar e canela, hum é difícil resistir. Eu adoro pão, quentinho ou crocante, é delicioso. Mas engorda tanto. Eu até acho que ele não é o maior vilão, o problema é que não gastamos calorias suficientes para gastar tudo que comemos, mas pronto. O cheirinho do pão, quando está a sair do forno é maravilhoso. E adoro pão com tudo, com uma bifana, com manteiga, com fiambre e queijo (que dupla), pão com chouriço, pão com doce, pão com uma sardinha fritinha que sobrou de ontem, para um quebra-galho: pão com atum e uma coisa que não se diz muito alto, pão com ovo, fritinho dos dois lados para a gema ficar mais sólida.... hummmm, adoro!
Bem, já está a me dar uma fomeca... Ainda bem que estou a fazer o jantar, lombo de porco com castanhas... sim nada de pão, mas fui a rua de propósito para comprar pão, afinal uma casa sem pão, todos ralham e ninguém tem razão....

Beijinhos.... 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...