Depressão: como tratar

depressaoQuando as coisas começam a tornar-se sombrias ou complicadas na nossa vida, podem surgir tristeza, desânimo e depressão. É fundamental arranjar ajuda. Normalmente, a melhor estratégia é combinar diferentes estratégias (uso de remédios, alimentação adequada, prática de exercícios, etc) e apoio psicoterapêutico.

Mas, para depressão leve ou moderada, há opções de antidepressivos naturais que podem ter efeito. Aqui estão relacionados dez desses itens, que podem ajudar a levantar o ânimo ou ajudar no tratamento da depressão.

Prática de Exercícios

O exercício estimula a secreção de endorfinas, que causam uma sensação de bem-estar. Além disso, melhora a circulação e a oxigenação do cérebro, e tem efeitos indiretos em sintomas ligados à depressão, como a qualidade do sono.

Não se sabe qual tipo de exercício que é mais eficaz. O que costuma funcionar melhor é praticar uma atividade física que dê prazer.

5 HTP (hitroxi-triptofano)

O triptofano é um aminoácido essencial, encontrado especialmente em alimentos proteicos, como carnes e laticínios. Não é produzido pelo corpo, sendo adquirido através da alimentação. Este aminoácido leva à produção de serotonina, neurotransmissor relacionado ao prazer e ao bem-estar.

Este suplemento melhora do sono, reduz a voracidade noturna e reduz os transtornos leves de humor. Os suplementos dietéticos de 5 HTP são produzidos principalmente a partir de uma planta africana, a Griffonia simplicifolia.

O 5 HTP pode interagir com antidepressivos sintéticos, levando à concentração excessiva de serotonina. É contra-indicado, ainda, para pacientes com tumores malignos ou doenças cardiovasculares.

Meditação

Estudos mostram que a meditação produz mudanças no cérebro, como a redução ou o aumento da atividade de certas regiões.

-->
A meditação é uma técnica eficaz e de baixo custo para diminuir os sintomas e reduzir as reincidências do distúrbio. Para ter efeito, deve ser praticada, no mínimo, quatro vezes por semana. No início, a pessoa pode meditar durante cinco a oito minutos. Numa semana, ela já deverá meditar por dez minutos e vai aumentando gradualmente até chegar a 30 minutos, o que é suficiente para obter os efeitos desejados.

Fototerapia

A exposição à fonte de luz artificial intensa é um tratamento comprovado para a depressão sazonal (que ocorre no inverno, quando o período de luz solar diminui). É frequente em países mais distantes do Equador, em que os dias se tornam muito curtos nos meses frios.

Na fototerapia, uma lâmpada fluorescente de pelo menos 2,5 mil lux (unidade de medida de luz) é colocada perto dos olhos da pessoa, sem que essa precise olhar diretamente para a lâmpada. As sessões duram cerca de 30 minutos por dia.

É possível adquirir aparelhos de fototerapia para uso caseiro, mas deve haver orientação médica. Também é importante usar um aparelho que não emita raios ultravioleta.

Suplementos de vitaminas B12 e B9 (ácido fólico)

As vitaminas B12 e B9 são essenciais para a fabricação de diversos neurotransmissores e atuam como modulares dos sistemas neurológico e hormonal. Em pessoas deprimidas, pode ser observada uma diminuição dos níveis desses nutrientes presentes no sangue.

A suplementação dessas vitaminas pode aliviar sintomas de depressão e potencializar efeitos de medicamentos antidepressivos. Costuma ser indicada para pacientes com sintomas de deficiência nutricional e alcoólatras (que normalmente apresentam deficiência de nutrientes e, em especial, falta de vitamina B 12).

Aparentemente, não há efeitos secundários e interações medicamentosas com o uso de suplementos de vitaminas B9 e B12. O excesso desses nutrientes no organismo é eliminado naturalmente pela urina.

Erva-de-são-joão

O extrato da erva-de-são-joão (Hypericum perforatum L) é um dos chamados antidepressivos naturais mais estudados. Porém, o seu mecanismo de ação ainda não está totalmente esclarecido. Aparentemente, os seus princípios ativos têm ação semelhante à dos [medicamentos sintéticos] inibidores da recaptação de serotonina.

A serotonina é um neurotransmissor que modula o humor e provoca bem-estar. Baixos níveis da substância estão relacionados aos quadros de depressão. Os inibidores de recaptação aumentam a disponibilidade da serotonina no sistema nervoso central.

Segundo o psiquiatra, o uso e a dosagem devem ser indicados e supervisionados por médicos, e os efeitos começam a ser percebidos após duas semanas, aproximadamente.

Entre os efeitos adversos, a erva-de-são-joão pode aumentar a fotossensibilidade (causando manchas e eczemas na pele com a exposição à luz) e causar secura na boca e constipação intestinal.

acupunturaAcupuntura

A acupuntura busca reequilibrar a chamada "energia vital" por meio da estimulação de pontos específicos do corpo. A depressão, dentro dessa perspectiva, é entendida como um desequilíbrio no fluxo energético entre os órgãos. Restaurar esse fluxo e a saúde geral do indivíduo é uma estratégia para lidar com estados de desânimo.

A acupuntura pode ser usada isoladamente ou com outros tratamentos. O suporte emocional, como a psicoterapia, é importante para o sucesso do tratamento.

Os efeitos começam a surgir após cerca de cinco aplicações, mas podem demorar mais, dependendo da saúde geral e do grau de depressão do paciente.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...