Dicas diminuir ressonar

Os fatores que podem influenciar o ressonar são: a obesidade, o envelhecimento e o estilo de vida.
As pessoas que possuem estes distúrbios, têm uma maior probabilidade de desenvolverem doenças do coração, tais como como arritmias, pressão alta e infarto (enfarte em Portugal).

Use as seguintes dicas, para ajudar as pessoas que sofrem de distúrbios respiratórios do sono:

1) Emagreça
Baixe o seu peso corporal. O acumular de gordura na região do pescoço, tórax e abdómen, aumentam as probabilidades de ressonarmos ou de roncarmos, ou de termos apneias durante o sono.
Esta situação surge, porque a gordura estrangula a passagem do ar nas vias aéreas e dificulta a respiração;

2) Faça uma reeducação alimentar
A reeducação alimentar,

-->associada ao exercício físico, é excelente para combater a obesidade. De notar que a atividade física deve ser evitada quando praticada próxima da hora de ir dormir.

3) Evitar o consumo de bebidas alcoólicas perto da hora de dormir.
O álcool provoca um maior relaxamento dos músculos da garganta o que aumenta a intensidade do ronco e a quantidade de eventos de apneia durante a noite;

4) Não fumar
Evite fumar, pois o cigarro além do efeito estimulante da nicotina, provoca inflamação da úvula (mais conhecida popularmente por “campainha”) e dos tecidos da faringe, o que representa mais um fator que prejudica a passagem do ar na região da garganta;

5) Faça refeições leves ao jantar.
Evite dormir de estômago cheio, pois o desconforto abdominal obriga a pessoa a dormir em decúbito dorsal (barriga para cima). Nesta posição o ronco tende a ser mais intenso devido ao relaxamento da musculatura e à ação da gravidade que empurra a língua em direção à garganta e compromete a passagem do ar;

6) Ponha a cabeceira da sua cama mais alta
Colocar calços sob a cabeceira da cama para erguê-la cerca de 15 cm, ameniza a ação da gravidade e o deslocamento da língua em direção à garganta;

7) Queixo pequeno e céu da boca profundo e estreito são fatores que comprometem a respiração durante o sono. Aparelhos bucais que projetam levemente o queixo para frente são capazes de prevenir o ronco, melhorar as apneias e a respiração durante o sono;

8) Envelhecimento
Devido ao envelhecimento, os músculos perdem a tonicidade e tornam-se flácidos. Exercícios fonoaudiológicos são úteis para fortalecer a musculatura da garganta e evitar o ronco;

9) Cirurgia
As cirurgias para desobstrução do nariz e correção de desvio de septo apresentam bons resultados;

10) Remédios
Evite remédios para dormir sem ter prescrição médica. Alguns medicamentos como os benzodiazepínicos atuam no sistema nervoso central e podem agravar os roncos e as apneias.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...